Terça-feira, 30 de Agosto de 2005

Mini-férias

Aproveitando o interregno da competição nacional, por causa do duplo compromisso das selecções nacionais com o Luxemburgo e a Rússia, Co Adriaanse decidiu dar três(!) dias de folga aos seus jogadores no próximo fim-de-semana. Uma notícia recebida, como seria de esperar, com um enorme sorriso por parte do grupo de trabalho que vai poder descansar antes do início de um ciclo que se prevê complicado e duro, dada a sequência e importância dos jogos. É que após a recepção ao Rio Ave, em princípio no dia 9 de Setembro (sexta-feira), os dragões viajam até Glasgow para se estrearem na Liga dos Campeões (dia 13), seguindo mais uma deslocação, ainda que bem mais curta, ao terreno do (também) líder Braga.

Não é muito habitual nesta altura da época os jogadores folgarem mais do que um dia pelo que estes três dias, entre sexta-feira e domingo, que na prática são três dias e meio já que o último treino é na quinta-feira de manhã, vai permitir que alguns jogadores gozem umas inesperadas mas desejadas mini-férias, aproveitando o calor do Verão.

Até lá há que apurar o físico e os automatismos com os quinze jogadores que sobram, descontados os internacionais e os lesionados. Daí que para hoje o técnico holandês tenha agendado dois treinos, ambos no Olival. Pelo meio, o plantel vai almoçar junto. O mesmo programa repete-se amanhã.

Fonte: OJogo
publicado por Diego_Meu_Anjinho às 22:38

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Agosto de 2005

Naval-2 FCPorto-3

Naval FCPorto.JPG


 


Dois golos de César Peixoto na direcção correcta - o terceiro traiu Vítor Baía, mas não anulou os efeitos positivos dos outros - embalaram o FC Porto para uma exibição quase perfeita. Algumas hesitações defensivas ainda precisam de ser corrigidas, apesar de terem permitido tirar a prova dos nove quanto à serenidade deste FC Porto nos momentos críticos



Há uma ilusão de equilíbrio que resulta dos números finais e que se esfuma rapidamente no conteúdo do jogo. FC Porto e Naval terminaram separados por apenas um golo, mas a distância cavada entre a produção efectiva de ambos é bem mais significativa. Espreita-se as jogadas de perigo e percebe-se que aos portistas cabe uma generosa fatia de noventa e cinco por cento desses lances, o que traduz uma inquestionável supremacia. Quase sem oposição. O quase aqui é importante porque há dois golos da Naval para contar e a eficácia é também credora de elogios, ainda que possa ter resultado de deslizes que Adriaanse terá de corrigir. O holandês queria golos e teve-os; dispensava seguramente sofrer aqueles dois, mas vai ter de alertar a defesa para a necessidade de simplificar os processos e redobrar a concentração. Adriaanse queria também, para começar, uma atitude menos passiva do que aquela que o FC Porto apresentara em casa, na estreia. Foi bem sucedido nessa parte. Os portistas abordaram o adversário pelos colarinhos e apertaram com força, confinando-o ao espaço defensivo. Insistiram o suficiente para ameaçar a asfixia total, mas essa intenção esbarrou, de início, nalguma falta de pontaria e no facto de Taborda ter esperneado bem. O guarda-redes da Naval, que até já passou pelo FC Porto, foi-se esticando, desviando os remates que o FC Porto queria que seguissem em linha recta. Sonkaya tentou; Diego insistiu; Postiga também. Sem sucesso. Adriaanse preparava já o sermão do intervalo quando a sorte mudou. César Peixoto, de cabeça, respondeu bem a um canto de Jorginho e oxigenou os pulmões portistas. Intervalo.


Aproveitemos o descanso para isolar César Peixoto. Apesar do autogolo, é justo que se dispense alguns adjectivos e o melhor, antes de mais, é esquecer toda a informação que se foi acumulando nos últimos anos porque, aparentemente, este César Peixoto só manteve mesmo o nome. Transformando por Adriaanse num defesa de rendimento - até ver - aceitável, quando a adaptação parecia encerrar contornos de risco contra qualquer adversário, apresentou ontem outra faceta desconhecida: também sabe cabecear. E para provar que não foi um acidente, fê-lo duas vezes. Com isto, entra-se na segunda parte do jogo. Há esse segundo golo, tirado a papel químico, e o da resposta da Naval, que aproveitou alguma passividade defensiva dos portistas. Fogaça mostrou credenciais e prolongou o protagonismo da primeira jornada.
 


Exemplo de Hugo Almeida



A Naval podia e devia ter crescido, mas o FC Porto não deixou. A diferença mínima não ressuscitou fantasmas do passado e os portistas mantiveram-se personalizados. Lucho, Ibson e Diego seguravam as pontas no meio, desenrolando-as para uma frente de ataque que continuava incansável. Jorginho e Lisandro foram quebra-cabeças permanentes. Postiga não. Esforçou-se, ninguém terá coragem de o negar, mas acrescentou exactamente o quê? A entrada de Hugo Almeida, que também costuma falhar golos em doses industriais, foi ontem uma jogada decisiva de Adriaanse. O avançado controlou a veia do desperdício e aproveitou a primeira ocasião, desenhada com mestria por Quaresma e amortecida por Jorginho. Hugo Almeida não falhou e serenou a equipa, ganhando, quem sabe, o direito a aspirar a mais do que o estatuto de arma de banco. Parecia um ponto final no encontro, mas César Peixoto, na tal jogada infeliz, tratou de vitaminar os minutos finais, abrindo espaço para algumas reticências. O FC Porto voltou, então, a dar sinais de estofo para aguentar a pressão. O que, recordando um passado recente, é também uma grande novidade.


Estádio Municipal José Bento Pessoa | relvado: sofrível| espectadores: 6 000 | árbitro: Lucílio Baptista, AF Setúbal | assistentes: Luís Salgado (AF Setúbal) e Hernâni Fernandes (AF Lisboa) | 4º árbitro: Nuno Afonso
 


Naval 2 - FC Porto 3



GOLOS [0-1] César Peixoto 45', [0-2] César Peixoto 52', [1-2] Bruno Fogaça 55', [1-3] Hugo Almeida 83', [2-3] César Peixoto pb 86'


1 Taborda GR
7 Carlitos LD
4 Nélson Veiga DC
3 João Paulo DC
55 Bessa LE
8 Gilmar MD
16 Glauber MD 54'
18 Fajardo AE
73 Márcio Luiz MO 75'
27 Saulo AD 63'
9 Bruno Fogaça A
Manuel Cajuda
12 Sopalski GR
28 Aurélio DC
30 Solimar MD 75'
29 João Mendes MO
24 Rui Miguel MO 54'
90 Leo Guerra AV 63'


Amarelos 40' Carlitos, 61' Márcio Luiz, 73' Nélson Veiga


99 Vítor Baía GR
22 Sonkaya LD
3 Ricardo Costa DC
4 Pedro Emanuel DC
21 César Peixoto LE
6 Ibson MD
8 Lucho MD
20 Diego MO 85'
17 Jorginho AD
11 Lisandro Lopez AE 77'
10 Hélder Postiga AV 68'
Co Adriaanse
1
Helton GR
14 Pepe DC
18 Paulo Assunção MD
7 Quaresma AD 77'
27 Alan AE 85'
39 Hugo Almeida AV 68'
19 Sokota A


Amarelos 26' Pedro Emanuel
 


Estatística do jogo



Visitado
8 remates
0 poste
3 defendidos
2 golos
3 fora
0 pequena-área
3 grande-área
5 fora da área
25% eficácia remate/golo
24 faltas cometidas
2 cantos
6 foras-de-jogo


Visitante
18 remates
0 poste
7 defendidos
3 golos
8 fora
2 pequena-área
7 grande-área
9 fora da área
17% eficácia remate/golo
15 faltas cometidas
11 cantos
0 foras-de-jogo



Co Adriaanse


"Passamos por algumas dificuldades perto do final"



No final do encontro com a Naval, Co Adriaanse estava "satisfeito" com a vitória, afirmando que a equipa "jogou melhor e mais rápido que no último encontro", considerando que a subida de rendimento se ficou a dever a uma "maior frescura dos jogadores". O treinador portista destacou o "elevado número de cantos" conquistados pelos dragões ao longo da partida, salientando que "dois deles resultaram em golo". A este propósito, falou da exibição de César Peixoto, dizendo ser "fantástico" um defesa-esquerdo marcar por duas vezes num jogo, embora lamentasse que o lateral tivesse marcado também "na baliza errada". De resto, golos foi aquilo que o FC Porto "mais desperdiçou", segundo Adriaanse, sendo Postiga um dos que mais falhou na finalização. "Postiga está a trabalhar bem e é um bom jogador, mas tenho outros jogadores no banco para a mesma posição", explicou o técnico portista, deixando no ar a ideia de que McCarthy deverá ser titular no próximo jogo. O meio-campo dos dragões também teve direito a elogios, com Adriaanse a destacar as exibições de "Lucho, Ibson e Diego". Quaresma foi outro dos nomes citados pelo treinador do FC Porto, que definiu o extremo como "um jogador de grande talento, que tem trabalhado muito". "Quaresma é um bom rapaz, merece jogar e tem um grande futuro pela frente", afirmou, "mas para isso terá de aprender a jogar para a equipa, sendo a minha função ensiná-lo".

Sobre o adversário, Co Adriaanse destacou a "boa exibição" da Naval, admitindo que, nos últimos cinco minutos, a equipa do FC Porto passou por "algumas dificuldades", numa altura em que os figueirenses "acreditavam que poderiam chegar ao empate".
 


Sobre a sua equipa



"Jogámos melhor e mais rápido que no último encontro. Dominamos a partida e o elevado números de cantos que conquistámos é exemplo disso. Dois deles resultaram em golo."
 


Sobre o adversário



"A Naval fez uma boa exibição e causou-nos algumas dificuldades nos últimos cinco minutos, quando acreditava que poderia chegar ao empate."
 


Sobre Postiga



"Está a trabalhar bem e é um bom jogador, mas tenho outros jogadores para a mesma posição."
 


Sobre Quaresma



"Tem trabalhado muito, é um jogador de grande talento e merece jogar. Tem um grande futuro pela frente, se aprender a jogar para a equipa. Para isso, estou cá eu para ensiná-lo."



6 Diego



Co Adriaanse diz que o brasileiro precisa de espaços para jogar bem, mas não é uma condição necessária. Ontem o médio trabalhou imenso na recuperação de bolas e não demorou muito a pensar onde colocá-las, fazendo-o com simplicidade e fruto de técnica de passe apurada. Aos 13' rematou forte mas Taborda defendeu.


Fonte: OJogo

publicado por Diego_Meu_Anjinho às 12:50

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Agosto de 2005

Convocados para o Naval-F.C. Porto


As entradas de Bruno Alves e Quaresma e a saída de Raúl Meireles, que se encontra lesionado, são as novidades da convocatória do F.C. Porto para o encontro de amanhã com a Naval, partida referente à segunda jornada da Liga e que vai disputar-se no Estádio Municipal José Bento Pessoa.


A equipa de Co Adriaanse treinou esta tarde pela última vez antes da viagem para a região centro e, após os trabalhos no Estádio do Dragão, o técnico deu a conhecer as suas escolhas, que integram os seguintes atletas: Alan, Bruno Alves, César Peixoto, Diego, Hélder Postiga, Helton, Hugo Almeida, Ibson, Jorginho, Lisandro Lopez, Lucho Gonzalez, Paulo Assunção, Pedro Emanuel, Pepe, Quaresma, Ricardo Costa, Sokota, Sonkaya e Vítor Baía.


Em relação à informação clínica, ficou igualmente a saber-se que Raúl Meireles, Bosingwa e Leandro efectuaram tratamento às respectivas lesões, enquanto McCarthy e Bruno Moraes compareceram no relvado, onde efectuaram treino


Fonte FC Porto

publicado por Diego_Meu_Anjinho às 14:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Agosto de 2005

União europeia


A caminho do Real Madrid, Robinho já fez saber que se quer encontrar mais vezes com o amigo Diego. Fora de campo e, se for preciso, em campo também. A Liga dos Campeões pode satisfazer esse desejo e Robinho não faz por menos: o amigo do FC Porto que se prepare para umas fintas novas



HUGO SOUSA


Não serão propriamente vizinhos, mas a distância entre os dois encurtará. A transferência de Robinho para Madrid aproxima-o de Diego e que ninguém se admire se o vir um dia destes a passear pelo Porto. É o próprio quem o deixa subentendido, a título de comentário aos benefícios da mudança para o Real Madrid. Enquanto embarcava para o último jogo com a camisola do Santos, Robinho disse a quem o quis ouvir que, entre muitas outras coisas boas, a entrada na Europa permitir-lhe-á reencontrar o amigo Diego. Sem o Atlântico a atrapalhar, Robinho conta poupar uns trocos na conta de telefone e colocar os assuntos em dia pessoalmente. Há ainda a hipótese de ambos se reencontrarem em campo, o que seria inédito. O sorteio da Liga dos Campeões há-de desfazer esse mistério, mas enquanto a possibilidade, mesmo que remota, estiver de pé, Robinho não se cansará de a lembrar. Com pimenta, para dar um gostinho especial a uma relação também ela muito especial.


Até o FC Porto convencer o Santos com um cheque bem redondinho para libertar Diego, ninguém os imaginava separados. Acreditava-se no Brasil que quem levasse um acabaria por querer incluir o outro no negócio. Optar apenas por um seria como que rasgar um bilhete de lotaria, o tal que, por inteiro, tinha garantido a sorte grande ao Santos. Após anos de jejum, e com as finanças no vermelho, os santistas apostaram tudo nas camadas de formação - de onde também saiu Bruno Moraes - e acabaram por ser guiados ao título brasileiro por dois adolescentes que não tinham idade sequer para tirar a carta de condução. Diego e Robinho, precisamente. O Brasil rendeu-se ao talento de ambos e os clubes europeus trataram de os anotar nas respectivas agendas. O Santos foi resistindo às primeiras investidas, tentando manter a dupla. Sem sucesso. Fez questão de manter um, Robinho, até o Real Madrid perder a paciência e a cabeça, elevando-o à categoria de galáctico. Diego foi o primeiro a abrir a porta europeia, gostou e aconselhou o amigo a atravessar o Atlântico. A amizade entre os dois segue dentro de momentos...


Diego


"Respondo com golos"


Robinho


"Vou dar uma caneta no Diego"


publicado por Diego_Meu_Anjinho às 19:05

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Agosto de 2005

FC porto Vence na 1ª Jornada da Liga 2005/2006

O F.C. Porto entrou a vencer na Liga 2005/06, derrotando esta noite o Estrela da Amadora por 1-0, num encontro em que a perseverança azul e branca valeu pontos. A equipa de Co Adriaanse merecia mais, um resultado um pouco mais folgado, tal a força que revelou durante todo o jogo. Uma exibição em crescendo, que deu a conhecer um Dragão incansável na procura pelo triunfo.


FC Porto's Brazilian Diego Ribas gesture


FICHA DO JOGO


Liga 2005/06 – 1ª jornada


Estádio do Dragão, no Porto


Assistência: 48.217


Árbitro: João Vilas Boas (Braga)
Árbitros assistentes: Alfredo Braga e Vítor Braga
4º árbitro: Cosme Machado


F.C. PORTO – Vítor Baía; Sonkaya, Ricardo Costa, Pedro Emanuel «cap.» e Leandro; Raul Meireles, Lucho e Diego; Jorginho, Hélder Postiga e Lisandro
Substituições: Hélder Postiga por Alan (75m), Lisandro por Hugo Almeida (79m) e Raul Meireles por Ibson (90m)
Não utilizados: Helton, Pepe e Paulo Assunção
Treinador: Co Adriaanse


ESTRELA DA AMADORA – Bruno Vale ; Tony, Santamaria, Maurício e Eusébio; Coutinho, Pedro Simões «cap.», Rui Duarte e Emerson; Igor Sousa e Manu
Substituições: Rui Duarte por Igor (60m), Igor Sousa por Semedo (60m) e Pedro Simões por Anselmo (86m)
Não utilizados: Hugo Cardoso, Valdir, Carlos e Zamorano
Treinador: Toni


Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Ricardo Costa (56m)
Disciplina: Cartão amarelo a Pedro Simões (14m), Jorginho (27m), Coutinho (28m), Emerson (64m) e Manu (78m)


Fontes:FC Porto


Imagens: Gettyimages.com


 

publicado por Diego_Meu_Anjinho às 15:11

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

♥Ele


Nome: Diego Ribas da Cunha
Data de Nascimento: 28-02-1985
Local de Nascimento: Ribeirão Preto
Nacionalidade: Brasileira
Altura: 1.73
Peso: 73 kg
Posição: Médio Ofensivo
Equipa Actual: Werder Bremen
Principais Títulos: 2 Campeonatos Brasileiros (2002 e 2004), pelo Santos;1 Campeonato Português (2006), pelo FCPorto; 1 Supertaça Portuguesa (2004) e 1 Taça Intercontinental (2004), pelo FCPorto; 1 Campeonato Sul-Americano, pela Selecção do Brasil de Sub-17, 1 Torneio de Toulon e 2 Copa América (2004 e 2007), 1 Torneio Ilhas Canárias pela Selecção Sub-17 (2001) e 1 Taça da Liga da Alemanha, pelo Werder Bremen (2006)
Site Pessoal: www.diego10.com.br

♥Comenta


♥Linka-me




♥Deixa a tua mensagem ao Diego

clubediego@hotmail.com

♥Parceira


♥Concursos





Sports blogs
Estou no Blog.com.pt

 

♥Multimédia



Questionário Diego Meu Anjinho




♥Links

Site Oficial do FCPorto
Site Oficial do Diego
Flog do Diego na Copa América
Postiga The Best
Moon Girl
Nação Portista
Maniche O Motor
Diego da Vila
Diego Ribas 10
Diego Da Vila Forever
Grupo Hélder Barbosa
Grupo Ricardo5, Ibson31 e Lucho8
Grupo Lucho González
Grupo Amo-te Porto
Flog Amo-te Porto
Flog Amo-te Porto da Daniela
Diego Ribas FC
Blog Tripeiras
Blog FCP Mirandela
Flogão Diego Ribas
Fotolog Diego O Ribas

♥Translator

♥Posts recentes

Actualização

Diego confiante

Depois da recuperação, Di...

A dar uma actualizadela :...

Finalmente consegui actua...

Bremen empata na Liga dos...

Diego ajuda na vitória do...

Diego brilha na Selecção

O bronze olimpico e a der...

Brasil a caminho do ouro!

♥Arquivos

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

♥Visitas

Free Hit Counters


Desde 26-06-2005
online